sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

EXCELENTE ANO DE 2017


quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

ANO NOVO 2017

Este ano vamos dar alguns conselhos úteis de como receber o Ano 2017 (ano ocidental), para que o Ano Novo seja mais positivo possível.
Um dito popular diz “Ano Novo Vida Nova”, que quer dizer de forma simples e resumida: conclui-se um ciclo e começa-se um novo, ou seja, é melhorar o que se pode e o que correu bem e esquecer o que não correu tão bem.
Um dos costumes mais tradicionais do Feng Shui para receber o Ano Novo é fazer uma limpeza o mais escrupulosamente possível e ter especial cuidado com a entrada da residência, é por aí que entra a maior parte da energia do Chi, a entrada deve ter uma apresentação cuidada. Deve-se incluir a purificação do espaço com incenso ou com óleos essenciais. Organize a sua residência com equilíbrio e harmonia e não deixe visíveis as vassouras ou as facas. Decore a sua casa com plantas vivas de preferência com flores para simbolizar o renascimento e um novo começo.
Tenha no frigorífico, combinado ou arca frigorífica e na despensa aprovisionamentos. Coloque na zona de refeições, uma fruteira com laranjas maduras, pois elas simbolizam o ouro, junto tenha também um prato com frutos secos, como símbolo da abundância.
Na passagem do ano, à meia-noite, abra as portas e as janelas para deixar sair a energia do ano que saiu e entrar a energia do ano que começa. Caso esteja muito frio, abra só um pouco e o tempo suficiente (1 ou 2 minutos) para renovar a energia.
No dia de Ano Novo celebre, faça uma festa com a família, onde fazem o balanço das coisas positivas e como melhorá-las este ano que está a começar e das coisas negativas, sem lhe dar grande importância, mas tire daí uma lição de vida para cada situação, tanto positiva como negativa.

O primeiro dia do ano condiciona em boa parte a energia do ano que começa, por isso utilize palavras positivas, alegres com boa energia, assim como nas suas ações. Na comida e na bebida seja comensurado (não cometa excessos) e de preferência que as mesmas sejam saudáveis. Na roupa evite o preto e o branco, utilize antes cores alegres. Aproveite para usar as suas jóias e assim chamar a prosperidade.


Deseje aos seus vizinhos, conhecidos, amigos, família um Excelente Ano.
FELIZ FINAL DE 2016 
E UM EXCELENTE ANO DE 2017

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

JIAOZI 饺子, UMA DAS DELICIAS DA CULINÁRIA CHINESA

A história
Na China, existem várias lendas que explicam a origem do jiaozi e do seu nome.
Parece que foram ‘inventados’ durante a dinastia Han Oriental (AD 25-220) por Zhang Zhongjing, que era um grande praticante da medicina tradicional chinesa. Os Jiaozi receberam o primeiro nome de “orelhas ternas” (娇 耳 –  jiao’er), porque eles foram usados para ajudar as pessoas a esquentarem suas orelhas no inverno. 
Mas, reza a lenda que Zhang Zhongjing estava a caminho de casa durante o inverno, quando percebeu que muitas pessoas comuns tinham ouvidos gelados, porque não tinham roupas quentes e comida suficiente. Ele então preparou um guisado de cordeiro com pimentas e algumas ervas medicinais em uma panela, e usou para rechear a massa tradicionalmente usada na culinária chinesa. Colocou os jiaozi para cozinhar num caldo temperado e distribuiu para as pessoas. Isso ocorreu perto do ano novo chinês, a época mais fria do ano.
Mais tarde, a fim de celebrar o Ano Novo, de uma forma que aquece o corpo, inclusive as orelhas, as pessoas começaram a copiar a receita de Zhang para fazer Jiao’er.
Outras teorias (sabem como é a sabedoria popular, sempre tem uma história interessante para tudo) sugerem que jiaozi pode ter derivado de bolinhos asiáticos. Na dinastia Han ocidental (206 BC – AD 9) jiaozi (饺子) foram chamados Jiaozi (角子) – percebam que a diferença está no primeiro caractere, que no segundo nome significa ‘chifre’.
Durante o período dos Três Reinos (AD 220-280), o livro Guang Ya, escrito por Zhang Yi, menciona jiaozi. Yan Zitui, durante a dinastia Qi (550-557 dC) escreveu: “Hoje, o jiaozi, em forma de lua crescente, é um alimento comum no mundo”. Mais tarde, na dinastia Tang (AD 618 – 907), o jiaozi se tornou mais popular, chamado Bian Shi (扁食).
O formato do jiaozi também é semelhante ao ‘yuan bao’ usado como moeda
durante a Dinastia Ming, e por essa semelhança com o formato da antiga moeda chinesa, eles acreditam que esse bolinho traz a prosperidade. É muito comum servirem os jiaozi no jantar da véspera do ano novo chinês. Também é comum esconderem uma moeda limpa dentro de um jiaozi para que alguém encontre e, claro, será a pessoa mais sortuda da festa!
Hoje em dia, jiaozi são servidos durante todo o ano no café da manhã, almoço ou jantar. Eles podem ser servidos como um aperitivo ou como o prato principal. Algumas vezes podem ser  o último prato da refeição. São cozidos no vapor, em cestas especiais de bambu e servidos com de molho de soja e gengibre. Os recheios variam muito: de carne a legumes, tudo que você imaginar.

Receita de 饺子 (jiǎo zi)
Para duas pessoas.
Meio quilo de farinha de trigo sem fermento;
Três abobras (Mais ou menos 800g)
Uma colher de sopa de óleo de soja
Uma pitada de sal
4 ovos
Modo de preparo:
1) Massa: Misture aos poucos a farinha com um pouco de água morna e mexa bem até dar liga, então passe a amassar com as mãos até formar uma massa parecida com massa de pão. Deixe a massa descansando por cerca de 15 minutos;
2) Recheio: (Geralmente é de carne ou legumes, mas pode fazer com carne moída já pronta e temperada ou carne de porco, costela, etc. Na China, o mais comum é legume ou carne de porco)
Lave bem e retire as sementes da abóbora e depois triture ou faça um picadinho bem pequeno, adicione uma pitada de sal e deixe descansar uns cinco minutos e esprema para sair toda a água;
Bata os ovos com batedeira ou com a mão e frite em um pouco de óleo de soja, fazendo ovos mexidos.
Misture os ovos mexidos com a abóbora processada até formar uma mistura homogénea;
3) Corte a massa em pequenos pedaços sempre untando com farinha para não grudar. Depois de cortada, amasse para formar uma espécie de mini panqueca, então recheie e tenha cuidado de fechar bem para não vazar o recheio (veja como no vídeo).
4) Deixe uma panela de água no fogo até ferver e então coloque lentamente os 饺子 de um a um;
5) Quando todos estiverem na superfície, adicione um pouco de água fria. Repita o processo três vezes.
6) Retire da água e sirva com molho shoyu.
informação tirada da net  

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

GUIA DE FENG SHUI PARA A CASA


O Guia de Feng Shui Para a Casa guia como se deve organizar e ter cada parte da residência, desde da entrada a cada assoalhada. Como referência temos as cores, materiais, objetos, tamanhos, ...

Indice
- Hall de entrada
- Sala de Estar
- Sala de Refeições
- Cozinha
- Quarto de casal
- Quarto de solteiro
- w.c.
- Corredores
- Escadas

Estamos a fazer uma promoção de lançamento do nosso Guia de Feng Shui Para a Casa, até ao dia 16-12-2016, inscreva-se: https://form.jotformeu.com/63483313014346

É VERDADE QUE ARRUMAR DÁ SORTE?

"Devido à popularidade do feng shui, as pessoas perguntam-me muitas vezes se arrumar dá sorte. O feng shui é um método para aumentar a boa sorte através da organização de um espaço. Começou a ganhar popularidade no Japão há cerca de quinze anos, e agora é bastante conhecido. Para muitas pessoas, o feng shui foi a primeira coisa que as fez interessarem-se por organizar e arrumar a casa. Não sou especialista em feng shui, mas estudei os rudimentos como parte da minha pesquisa sobre arrumação. Se acredita ou não que ele pode melhorar a sua sorte, isso é consigo, mas já desde os tempos antigos que as pessoas no Japão aplicam os seus conhecimentos de feng shui e princípios de orientação nas suas vidas diárias. Também eu aplico a sabedoria dos nossos antepassados à minha prática de arrumação. Por exemplo, quando dobro e ponho a roupa na vertical na gaveta, organizo-a por cor para formar um degradé do mais escuro para o mais claro. A ordem adequada é colocar a roupa de cor clara na parte da frente da gaveta e progredir gradualmente para as cores mais escuras na parte de trás. ... . Por alguma razão, ter roupas mais claras à frente parece ter um efeito calmante. Se organizar o seu espaço para que fique confortável e se sinta entusiasmado e feliz todos os dias, não diria que a sua sorte aumentou?
Os conceitos subjacentes ao feng shui são as forças opostas do yin e do yang e os cinco elementos (metal, madeira, água, fogo e terra). A crença básica é que tudo tem a sua própria energia e que cada coisa deve ser tratada de uma forma que se coadune com as suas características. Para mim, isso parece-me perfeitamente natural. A filosofia do feng shui é realmente sobre viver de acordo com as regras da natureza. O propósito da minha abordagem à arrumação é exatamente o mesmo. O verdadeiro objetivo da arrumação é, creio eu, viver no estado mais natural possível. Não acha que é pouco natural possuirmos coisas que não nos trazem alegria ou coisas de que realmente não precisamos? Acredito que possuir apenas aquilo de que gostamos e de que precisamos é a condição mais natural.
... . Se isto é boa sorte, então estou convencida de que arrumar a nossa casa é a melhor maneira de alcançá-la."

transcrito do livro: Arrume a sua casa arrume a sua vida de Marie Kondo
------
Ao arrumar e organizar a nossa casa estamos a influenciar a nossa mente a organizar-se indo refletir-se em todos os aspetos da nossa vida: saúde, carreira felicidade,..
Escolhemos estes textos que temos vindo a publicar do livro acima, terminando com este, para vos indicar a importância que tem a Organização do Lar em todos os aspetos da vida e porque o Feng Shui os considera de máxima importância.

Estamos a fazer uma promoção de lançamento do nosso Guia de Feng Shui Para a Casa, inscreva-se: https://form.jotformeu.com/63483313014346

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

FENG SHUI: COMO A NOSSA ENERGIA PESSOAL INFLUÊNCIA.


"... . A cliente descrita anteriormente tinha um pouco mais de roupa do que a média. Se a tivesse dobrado, não teria tido qualquer problema em guardá-la no espaço que dispunha. Ao dobrar a sua roupa pode resolver quase todos os seus problemas de espaço..
Mas esse não é o único efeito da dobragem da roupa. O beneficio real é que você de tocar em cada peça de roupa. Quando passa as mãos pelo tecido, derrama nele a sua energia. A palavra japonesa para "cura" é te-ate, que significa literalmente "imposição das mãos". O termo tem origem antes do desenvolvimento da medicina moderna, ... . A energia que flui das mãos da pessoa para a nossa pele parece curar o corpo e a alma.
O mesmo é verdadeiro para a roupa. Quando pegamos na nossa roupa com as mãos e a dobramos cuidadosamente, estamos, creio eu, a transmitir-lhe a energia, o que tem nela um efeito positivo. Dobrar bem estica o tecido e faz desaparecer vincos, e torna o tecido mais forte e mais vibrante. Roupas que foram cuidadosamente dobradas têm uma capacidade de resistência e um brilho que pode ser logo discernido, distinguindo-as claramente daquelas que foram enfiadas ao acaso na gaveta. O ato de dobrar roupa é muito mais do que um método para ocupar menos espaço no armário. É um gesto de carinho, uma expressão de amor e apreço pela forma como essas roupas o apoiam. Portanto, quando dobramos, devemos fazê-lo com empenho, agradecendo às nossas roupas por protegerem os nossos corpos.
... . Mas assim que terminaram o meu curso, todos eles, sem exceção, disseram-me: "Dobrar é divertido!"".

transcrito do livro: Arrume a Sua Casa Arrume a Sua Vida. de Marie Kondo


Um dos pontos fulcrais no Feng Shui é a Organização e Limpeza, descrito muito bem por a Marie. A energia que colocamos é de uma importância fulcral e quando ao fazê-lo lhe pomos uma energia positiva, estamos também a energizar positivamente e a limpá-lo e organizá-lo não só fisicamente como também energéticamente o nosso ambiente. 
Organizar e Limpar pode ser divertido, é só querer!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

MAS O QUE TEM ISTO A VER COM FENG SHUI?

"... Só para dar um exemplo, uma vez, quando estava a ajudar a organizar a casa de uma aluna, deparei com uma plataforma giratória ... . Assim que a vi, tive a brilhante ideia de usá-la para lhe pôr em cima qualquer coisa, Tive dificuldade em decidir onde poderia ser usada, já que era muito grande e grossa, mas depois a minha cliente mencionou que tinha tantos molhos para salada que não conseguia mantê-los organizados. Abri o armário que ela me indicou e, com certeza, estava cheio de frascos de molho para salada. Tirei-os todos dali e tentei inserir o prato giratório. Encaixou na perfeição. Arrumei os frascos em cima dele et voilá! Conseguira um espaço que parecia tão arrumado e elegante como a montra de uma loja. Ela podia chegar aos frascos na parte de trás girando simplesmente o prato. Que conveniente! A minha aluna ficou encantada e tudo parecia perfeito.
Não demorou muito para que eu percebesse o meu erro. na nossa lição seguinte, verifiquei a cozinha dela. Enquanto a maior parte ainda estava limpa e arrumada, quando abri a porta do armário sob o lava-louça, vi que o interior estava um caos. Ao perguntar-lhe o motivo, ela explicou que cada vez que girava o prato, os ps frascos deslizavam e caíam. Além disso, ela tinha demasiado frascos, pelo que encostava os outros ao prato giratório, tornando mais difícil fazê-lo girar.
Como podem ver, eu estava tão concentrada em utilizar o prato giratório para criar uma solução organizativa surpreendente que não tinha realmente visto o que estava a pôr em cima dele - frascos que deslizavam e tombavam com facilidade. ..."

Retirado de : Arrume a sua casa arrume a sua vida de Marie Kondo


Mas o que tem isto a ver com Feng Shui?
Esta publicação está a ser feita para vos alertar o porquê do Feng Shui parecer por vezes que não funciona. 
Assim, como aconteceu com Marie Kondo, por vezes ao fazerem aplicações de Feng Shui não verificam tudo e não vêem no seu todo, a situação.
Uma das bases do Feng Shui é primeiro analisar seu todo e só depois analisar as partes e posteriormente verificar a resolução em relação seu todo, as consequências.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

FENG SHUI E O NATAL DE 2016

Velas
Os locais mais adequados para colocar as velas, na casa, durante a festividade de Natal de acordo com o Feng Shui é a Sul, Sudoeste e Noroeste e no centro da casa. 

Aromas
Utilizar óleos essenciais, fragrâncias ou incenso contribui para proporcionar um ambiente mais agradável e equilibrar as energias
Óleos essenciais de tangerina, limão, canela ou cravo são os mais indicados para esta época festiva. A fragrância de pinho, cipreste ou eucalipto proporcionam uma limpeza ambiental de energias nocivas. 
Plantas
É recomendado incluir dentro da decoração de Natal muitas plantas, de preferência no centro da casa, não só purificarem o ar como absorverem as energias, menos positivas. Este, Sudeste e Sul são os locais mais indicados para serem colocadas.

Alguns conselhos adicionais
Sendo em geral o Natal uma ocasião de reencontros e de reuniões familiares, aconselha-se a queimar um pouco de incenso antes de receber os convidados, o fumo sempre foi um fator de purificação, de tal forma que contribui para relaxar as tensões e o stress.
Além das fragrâncias já recomendadas um pouco de sálvia ou cedro em incenso, seria bom. Mais organização na sua casa, maior equilíbrio e melhores vibrações.

Já falamos de estimular a visão com cores e o olfato com fragrâncias, agora vamos falar de como estimular os outros sentidos: a audição deve ser estimulada com canções natalícias, para o tato texturas suaves ou quentes, como a lã, para o paladar vinho quente ou chocolate com canela.
A mesa de Natal deve ser redonda ou oval, para que haja melhor harmonia e convívio entre todos.





Desejamos a todos um Feliz Natal.

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

FENG SHUI E A ÁRVORE DE NATAL 2016

Árvore de Natal


Árvore de Natal diz a tradição que deve ser feita no dia 8 de Dezembro. Agora vamos ver a melhor localização para a Árvore de Natal, esta localiza-se na melhor zona de acordo com o Baguá. Vamos supor de maneira geral que a Árvore de Natal corresponde ao Elemento Madeira (apesar de na sua maioria serem de plástico). As melhores zonas da casa para potencializar a Madeira são a Este (família), a Sudeste (dinheiro, abundância e poder) e a Sul (fama, sucesso e reputação).
Caso tenha que colocar a Árvore de Natal em outra zona da casa e, por o ponto de vista do Feng Shui não ser o melhor, tenha em conta as cores e os elementos decorativos, assim:
- A Norte (zona do trabalho e carreira), use também cores de metal (azul, cinzentos, negro e branco);
- A Nordeste (conhecimento) empregue as cores vermelhas e terra (vermelho, rosa, amarelo, terracotas); 
- A Sudoeste, zona do Amor e dos relacionamentos (rosa, vermelho, amarelo); 
- A Noroeste, zona das viagens e dos amigos (cinzentos, brancos);
- A Oeste, criatividade e filhos (cinzentos, brancos e amarelos); 
- No Centro coloque cores terra e metal.

A forma tradicional da Árvore de Natal é propícia para a prosperidade e riqueza, a forma típica triangular corresponde ao Elemento Fogo. Para alguns especialistas, isso pode significar que o ideal seria colocá-lo no canto superior esquerdo da casa, na área de riqueza, onde as formas pontiagudas e madeira são poderosas combinações formas.

De qualquer forma, aqui vão outros conselhos pontuais ou dicas para localizar ou colocar este símbolo de Natal: a de não colocar perto da entrada principal, porque poderia esgotar a energia da carreira profissional; caso não seja possível colocar em um outro local, ponha um pote com água ou luzes azuis na base da árvore de Natal, para anular o efeito sobre a carreira profissional.

Se Árvore de Natal estiver localizada na casa à direita da entrada principal, escolha enfeites de metal e luzes brancas. Se for colocada na área superior direita da casa, então, use enfeites de cerâmica, luzes amarelas e vermelhas.

Se colocar a árvore no centro da casa, a casa vai ser preenchida com o espírito alegre da festividade.
Amanhã continuaremos com o tema de natal.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

FENG SHUI NATAL 2016

No Natal geralmente a temperatura é fria, mas é um tempo quente por o recolhimento familiar, de entrega de presentes e de emoções.
A intenção ao decorar a Casa para o Natal tem como objetivo de promover harmonia e alegria entre todo o agregado familiar. 
Neste ano de 2016, deve-se potencializar o Elemento Fogo para permitir o fluir adequado para a época, trazendo consigo os benefícios tradicionais desta prática energética. Se pode escolher entre energia elétrica e velas para potencializar o Fogo, escolha as velas, sobretudo as de cor vermelha, elementos decorativos da cor ouro, púrpura, laranja e rosa, ou uma lareira acesa. 
Contudo, à que ter em consideração as noções de equilíbrio que o Feng Shui ensina, se um ambiente está saturado de uma cor, de um elemento ou de um aroma, pode trazer consequências não desejadas. Tem de haver harmonia e equilíbrio no meio da diversidade.

Muito Fogo promove emoções fortes e conflitos, por isso não exagere. Pode matizar a decoração com azul (especialmente com luzes, torna-se calmante), cor prata ou cinzenta e inclusive a cor branca e a cor verde. A cor verde é a cor que alivia o stress e cria um ambiente relaxante.

Amanhã iremos falar sobre a Árvore de Natal.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

CADA COISA NO SEU SITIO POR MARIE KONDO


"Cada coisa no seu sítio!"... quanto vezes não ouvimos as nossas mães ou avós a dizer isto?
A verdade é que, no tempo delas, era mais fácil fazê-lo, elas não viviam rodeadas de gadgets e dos mil e um pequenos objectos que "atafulham" as nossas casas, nem tinham saldos várias vezes por ano para encher os armários de roupa de roupa que nunca se chega a vestir ...

Temos de admitir: hoje em dia, a maior parte de nós tem a casa cheia de "tralha". E o problema é que essa tralha que nos rodeia tem uma influência muito subtil mas profundamente negativa na nossa qualidade de vida. Habitar um espaço desordenado faz-nos ser mais desorganizados na maneira de pensar e de nos comportarmos.

A fórmula é simples: espaços desarrumados e feios resultam de estados de espíritos infelizes, e causam ainda mais infelicidade; espaços bonitos e arrumados resultam numa vida bonita e arrumada. Mas como conseguir? Afinal, limpar a "tralha" das nossas vidas dá tanto trabalho que a maior parte de nós nem saberia por onde começar,,,

Marie Kondo

terça-feira, 22 de novembro de 2016

QUAL O EFEITO QUE OS AROMAS TÊM EM SI?


Qual o efeito que os aromas têm em si?

Aromas agradáveis, é algo que nos faz sentir bem e que nos trás boas energias. Mas, Aromaterapia é muito mais do que aromas. Aromaterapia, trata, cuida do nosso ser, do espaço onde coabitamos. 
Os tratamentos de Aromaterapia são baseados em óleos essenciais que mais não são, do que a essência das plantas. Fazendo com  que essa concentração de nutrientes, consiga energizar o nosso corpo de forma a que ele readquira o equilíbrio, equilíbrio esse que promove boa saúde física, mental e espiritual.
Este Curso de Aromaterapia é geral, como tal, pode ser utilizado a nível Profissional e Pessoal.
Este Curso é aconselhado a todas as pessoas.
Entende-se por Aroma tudo o que tem cheiro, o nariz tem a capacidade de filtrar uma grande variedade de cheiros. Cheiros intensos, suaves, exóticos, entre outros.
Conseguimos com alguma facilidade filtrar o que queremos seja agradável ou não.
Com a fruta, podemos extrair muitos aromas. A laranja, limão, tangerina, papaia, ... seja para fazer incensos, para apaladar comidas, tirar a acidez dos alimentos, muita coisa se pode fazer com os aromas.
Temos depois outro tipo de aromas derivado de plantas e também de flores. Desde a arruda, alecrim, eucalipto, ... à rosa, alfazema, jasmim, ... são muitas as plantas, flores, árvores onde é possível extrair os óleos essenciais, com as mais diversas utilidades, todos eles com as mais diversas particularidades, desde acalmar até tratar constipações, são inúmeras a sua utilização.

Esta formação é MUITO ÚTIL para todas as pessoas em geral e dizemos-lhe porquê.

:: Se é pai ou mãe, irá necessitar saber como acalmar e tratar o seu filho/a de forma natural.

:: Se é profissional de saúde, nada melhor que aromatizar o espaço onde atende os seus pacientes.

:: Se tem outra qualquer profissão e necessita de paz ao chegar a casa, saberá como fazê-lo através dos aromas.

:: Se é professor, nada melhor saber como tranquilizar os seus alunos de forma natural.

:: Se trabalha em cozinha, nada melhor de saber quais os aromas que melhor combinam.

Como vê, há um cem numero de utilização dos aromas. INSCREVA-SE agorapara este CURSO GERAL DE AROMATERAPIA e viva uma vida com equilíbrio.
INICIO DIA 02/12/2016
 PRÉ - INSCRIÇÃO Curso de Aromaterapia

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

AS SETE VERDADES DO BAMBU

 Bambú
O Bambu ensina-nos sete coisas. 
Se tiver a grandeza e a humildade dele, irá experimentar o triunfo da paz em seu coração.
A Primeira Verdade que o Bambu nos ensina, é a mais importante, é a Humildade diante dos problemas, das dificuldades. 
"Eu não me curvo diante do problema e da dificuldade, mas diante daquele, o único, o princípio da PAZ."
Segunda Verdade: o Bambu cria raízes profundas. É muito difícil arrancar um bambu, pois o que ele tanto cresce para cima como em enraizamento. Precisa aprofundar a cada dia suas raízes.

Terceira Verdade: Já viu um pé de bambu sozinho? 
Apenas quando é novo, mas antes de crescer ele permite que nasça outros ao seu lado (como no cooperativismo). Sabe que vai precisar deles. Eles estão sempre juntos uns aos outros, tantos que de longe parecem com uma árvore. Às vezes tentamos arrancar um Bambu lá de dentro, cortamo-nos e não conseguimos arrancá-lo. Os animais mais frágeis vivem em bandos, para que desse modo se livrem dos predadores.
Quarta Verdade que o Bambu nos ensina é não criar galhos. Como tem a meta no alto e vive em moita, em comunidade, o Bambu não se permite criar galhos. Perdemos muito tempo na vida tentando proteger os nossos galhos, coisas insignificantes que damos um valor inestimável.
Para ganhar, é preciso perder tudo aquilo que nos impede de subirmos suavemente.
Quinta Verdade é que o Bambu é cheio de NÓS (e não de EUS). Como ele é oco, sabe que se crescesse sem nós seria muito fraco. Os nós são os problemas e as dificuldades que superamos. Os nós são as pessoas que nos ajudam, aqueles que estão próximos e acabam sendo força nos momentos difíceis. Os Nós são os nossos professores, se soubermos aprender com eles.
Sexta Verdade é que o Bambu é oco, vazio de si mesmo. Enquanto não nos esvaziarmos de tudo aquilo que nos preenche, que rouba nosso tempo, que tira a nossa paz, não seremos verdadeiramente felizes. Ser oco significa estar pronto para ser cheio de Paz e Amor.
Por fim, a Sétima Verdade que o Bambu dá-nos: ele só cresce para o alto. 

Seja Como o Bambú Cresça em Sabedoria e Conhecimento com Segurança, uma das bases do Feng Shui - Aprenda Feng Shui - SEJA FELIZ.